Cartas para Bárbara: XI

Bárbara, fico pensando no que posso te dizer que nunca te foi dito.
você que já deve ter lido e ouvido e relido e reouvido tudo.
já te devem ter dito as mais belas frases de amor, as juras mais impossíveis, porque tudo parece fácil de ser alcançado se a recompensa for o brilho dos teus olhos.
ah, menina, esse teu nome rijo, de quem tem passo firme e peito forte, não esconde tua doçura.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cartas para Bárbara: XV

Maria

Cartas para Bárbara: XVII