Cartas para Bárbara: IV

Bárbara, não sei se tu sabe, mas habitas mais do que os meus desejos mais íntimos; você está em meus sonhos mais inocentes, você está no que há de mais puro em mim.
antes de te desejar, eu te amei.
foi desse tanto de carinho que senti por tu que nasceu todo o resto.
antes dessa vontade de te beijar, eu quis passar horas te fitando. antes de te querer, quis teus olhos nos meus.
Bárbara, antes de te imaginar na minha cama, eu sonhava contigo na minha vida.

Comentários

  1. Saudades dos meus tempos de amores platônicos...
    linda carta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, eu lembro que há muitos anos encontrei um poema teu e me encantei. Ainda o tenho guardado. Chama-se "o que tenho a dizer", lembras dele?
      Bom, há pouco eu estava a ler o teu blog e foi bem nostálgico. Daí te dei um google e revi teu perfil no recanto das letras. Ouvi três poemas teus, lindos. Na voz da Lu Cavichioli, linda.
      Sempre bom te reencontrar. Você me toca.
      Beijo bem grande.

      Excluir

Postar um comentário

Deixe fluir...

Postagens mais visitadas deste blog

Cartas para Bárbara: XX