Cartas para Bárbara: II

Bárbara, eu amo te escrever, amo escrever sobre você, amo te ler também.
você, gigante, mas sempre em letras minúsculas.
eu te acompanho, acho lindo. mas confesso que, muitas vezes, quero te escrever em letras garrafais, como quem grita.
eu quero falar, bem alto, DE TODO ESSE BEM QUE TU ME CAUSA.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Cartas para Bárbara: XV

Maria

Cartas para Bárbara: XVII